GameDev – Desenvolvimento de Jogos

Bom, ainda sobre o projeto final, a área que eu escolhi é desenvolvimento de jogos.

Desenvolvimento de jogos é uma área que sempre me interessou e, na verdade, foi um dos grandes motivos pra entrar na faculdade. Sempre sonhei em participar do processo de criação de um jogo. Quando era pequeno, vi um programa no Discovery Kids em que o apresentador visitava o centro de testes da Nintendo of America, fiquei maravilhado e por muitos anos aquele foi o sonho da minha vida. Quando soube mais do trabalho descobri que ele não era nenhum trabalho dos sonhos, mesmo. Mas, na época, os atrativos eram enormes – você jogava videogames o dia inteiro, videogames novos, e ainda podia pegar os jogos da nintendo de graça pra levar pra casa.

Depois, quando descobri a programação, me interessei mais pelo outro lado. Pelo lado de fazer o jogo mesmo. Meter a mão na massa. Cheguei a me interessar pelo design, mas descobri cedo que não tenho muito tino pra coisa. Quando tinha mais tempo até conseguia enrolar alguma coisa, mas hoje em dia, nem isso.

Ainda assim, com todo esse background, infelizmente é uma área difícil de se começar. O desenvolvimento propriamente dito, a parte de programação, é uma parte bem difícil da computação, por envolver várias áreas: Inteligência Artificial, Computação Gráfica e uma preocupação especial com desempenho.
Por isso, é complicado começar do zero nessa área, principalmente mais pro início da faculdade, ou quando se começa a programar, porque ainda se está muito cru.

Além disso, é uma área complicada de achar material de ajuda com facilidade. Os livros não são muitos, são caros e escritos por desenvolvedores profissionais, o que pode indicar um nível maior do que você espera. E na hora de começar um projeto, por mais simples que seja, a dificuldade é bem grande.
No primeiro período da faculdade, fiz um jogo baseado em um chamado LeTroca. O professor de programação do primeiro período da minha faculdade é excelente, e sabe que a maioria das pessoas entra com essa intenção, então ele tenta mostrar que embora seja assustador, jogos não são bichos de 7 cabeças. Talvez 5, mas não 7.
No entanto, como dá pra ver, é um jogo simples. Como era um trabalho simples, não teve coisas como a animação que dá pra ver no original quando clica nas letras e coisa e tal.

E mesmo assim, deu pra ter certeza de uma coisa: Que trabalhão!
Pro desenvolvedor solitário, é complicado fazer jogos. Geralmente as pessoas tem um talento, mas jogos requerem vários: Música, Sons, Cenário, Personagens, Programação. E o cara que tá sozinho pode saber até programar como ninguém, mas é bem capaz de ele não ter talento nas outras áreas. Resultado: o jogo pode ser divertido, mas é feio, toca uma música sintetizada no fundo, ou algo do gênero.

Meu ponto com tudo isso é que eu vou colocar por aqui os links que eu for achando e reunindo pro Projeto Final, assim dá pra ajudar quem tiver procurando mais informações sobre o assunto, como é o meu caso :)

Links Gerais

GameDev.net – um site bem grande, com informações sobre um monte de coisas. Tem fóruns, alguns tutoriais. Mas o fórum é o grande A+ do site. É grande, bem populado e parece ter diversos assuntos, bibliotecas e tudo mais. A parte de tutoriais parece ser um pouco mais voltada para DirectX e windows, mas dei mais atenção ao fórum, então não sei dizer.

Game Programming Wiki – Bom, Wikis andam dominando em todos os assuntos, e nesse não podia ser diferente. A Wiki do GameDev.net parece ser um mirror ou algo parecido dessa. Bem completa, diversos tutoriais, exemplos, textos sobre o desenvolvimento de jogos, algoritmos, tudo. Uma grande mão na roda. Aquele empurrão que você sabe que você precisa.

Desenvolvimento para DS:

gbadev.org – Embora tenha sido criado para GBA, pela semelhança entre as plataformas, e a retro compatibilidade acabou tendo ainda muita atividade sobre DS também. Assim como o GameDev, ganha pelo seu fórum gigantesco, com várias pessoas pra ajudar.  O site principal tem outras informações também.

devkitPro – Bom, embora não tenha muita informação além de como instalar no site, é daí que dá pra pegar as bibliotecas de desenvolvimento pra DS. A biblioteca é mais simples de instalar no windows devido a um instalador automático, mas a instalação no linux se dá completamente sem dores de cabeça. Embora compilar as bibliotecas a partir do código não tenha sido bem sucedido pra mim.

4 thoughts on “GameDev – Desenvolvimento de Jogos”

  1. Acho muito legal essas competições de fazer jogos em uma semana e tal, esse postmortem do Jay Barnson eu tinha lido, achei realmente bem interessante :)
    Mas acho que esse tipo de competição funciona melhor pra quem já tem alguma experiência com o desenvolvimento. Eu, por exemplo, acho que teria certa dificuldade pra pegar e fazer um jogo do zero em uma semana. Mas os links são bem interessantes :)

  2. Taí algo que combina bastante contigo. I mean, nunca fiquei imaginando o que você ia fazer depois de um tempo, porque pra mim já estava no meio certo. Mas não é que dá pra ficar mais encaixadinho ainda? Ui. x]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Just an aggregator for all my crazy stuff.