Twitter Experience

Nunca tinha visto muito porque de usar twitter, mas ultimamente vários conhecidos andaram entrando na moda, e daí eu pensei que talvez fosse bom pelo menos experimentar. Sabe como é, né? Pra reclamar, tem que ter testado.

Pois bem, fiz uma conta, comecei a seguir todo mundo que eu sabia que tinha twitter e tentei me botar no espírito do negócio.

Logo no primeiro dia tive uma impressão boa do negócio. Como qualquer um pode ver sobre o que você falou, em pouco tempo alguém tinha respondido um dos meus Tweets com sua teoria de porque o mangue, o lugar do fundão onde tem bebida e música, estava tão vazio.

Ao mesmo tempo, tem sim muito de jogar papo fora. Só dizendo o que se faz ou algo assim. Mas é interessante, também, você acaba conversando sobre coisas que provavelmente não conversaria porque é um assunto aleatório.

Ainda sobre esse ponto de dizer o que está fazendo, pra minha é a velha história de como se usa a ferramenta. Por exemplo, eu posso fazer exatamente a mesma coisa com subnicks do MSN, ou com as mensagens que dá pra botar no orkut. Contar tudo que eu tô fazendo e quando tô indo no banheiro. Geralmente, pessoas que fazem esse tipo de coisa não tem seguidores, como são chamados aqueles que acompanham a um usuário, por serem desinteressantes.

Problemas a parte, o Twitter tem se mostrado uma ferramenta interessantes para descobrir links, notícias e até novos blogs pra ler. Até agora tô gostando da bagaça. Vamos ver se o encanto passa :)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *