Depois ainda reclamam…

Hoje, por causa da chuva, o Rio tava parado, pra variar. Por causa disso, o ônibus que eu pego demorou quase uma hora pra chegar. Quando chegou, tava cheio e todo aquele negócio. O ônibus faz um caminho meio chave, e por isso, sempre que demora um pouco mais do que o normal, lota.

Pois bem, o ônibus passa pela linha amarela, e no último ponto antes de entrar na linha amarela, não cabia mais quase ninguém. Alguém tocou pra descer e na hora que o motorista abriu a porta, as pessoas do último ponto começaram a subir desesperadamente pela porta de trás.

Errados? Talvez sim, talvez não. Afinal, sempre que demora, é um sacrifício, e tem gente que acaba esperando mais de uma hora pelo ônibus que nunca chega. Mas no fim das contas, as pessoas que queriam descer não estavam conseguindo. A princípio você poderia deixar passar, já que como não cabia mais ninguém na frente do ônibus, o motorista poderia ter aberto a porta de trás pra quem quisesse entrar.

Mas não satisfeitos em entrar pela porta de trás impossibilitando as pessoas que tocaram de sair, quando o motorista tentou fechar a porta (pra não deixar mais ninguém entrar na marra), nego começou a segurar a porta, bater na porta, tudo isso pra que mais gente continuasse entrando, marcando o fato de que na verdade, eles não estavam pensando que o motorista abriu de propósito, eles sabiam que ele não tinha aberto para isso.

Daí quando o motorista finalmente conseguiu fechar (momento na qual não cabia mais ninguém no ônibus), começou um bate boca. Quem tava dentro do ônibus começou a berrar pro motorista andar, já que não cabia mais ninguém. Quem tava fora começou a berrar porque queria entrar e chegar em casa. E o motorista no meio, fudido, tendo que ouvir reclamações que eram pra ser feitas pro dono da empresa.

Daí quem tava dentro começou a bater no teto, no chão e na porra toda. Depois o ônibus fica destruído e nego reclama. Foda :(

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *