Ciclos, Identações e outras loucuras

Vendo por um prisma de programador, eu vejo a vida como um grande código.

No início, quando se nasce, abre-se o programa principal. Declara-se as primeiras variáveis, que definem como o programa vai se comportar.

Com o passar do tempo, é preciso abrir novos blocos, as vezes por causa de ciclos, as vezes por causa de tomadas de decisões.

E aí, ficamos durante períodos de nossa vida dentro de alguns loops, repetindo rotinas e modificando variáveis.

As vezes é se sai prematuramente do programa, por culpa de valores de variáveis ou de decisões feitas anteriormente.

Mas se tudo corre bem, aproveita-se cada linha e no fim retorna-se zero.

Tudo isso é porque amanhã eu encerro um while da minha vida pra começar um novo, fecha-se um ciclo pra abrir um novo.

E é tudo muito interessante =)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *