Destino II

Acreditem ou não, o post passado foi inspirado em Soul Reaver II, sim, sim, é que na trama do jogo há toda uma explicação temporal e histórica..(mas eu não vou contar, vcs q joguem =P)

Mas o que me levou a pensar foi que: não é que você não possa fazer algo, você não vai ser impedido de fazer algo, ser segurado no ar ou não ter dúvidas.. Você simplesmente seria “arrastado” pra uma solução selecionada..

Mas não achem que eu estou dizendo que acredito fielmente no que disse, o problema do uso da palavra destino, é que ela tem obrigatóriamente um peso “místico”, ela se torna automáticamente uma palavra em que você se refere à entidades maiores e etc..

A visão que eu estava dando era a de um rio.. um rio não pode ser interrompido, ou mudado de curso, a menos que se faça uma represa ou um desvio, o que requer “um poder maior”.. Em todo caso, seríamos pedrinhas.. pequenas pedrinhas.. Pedrinhas não param a correnteza.. A correnteza simplesmente as leva junto..

Hum.. Axu q eu ainda não acabei com o raciocínio.. Aguardem uma possível parte III ^^

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *